Engenharia

Acordo histórico com a ABNT é destaque na Plenária do CREA/SP

Acesso ilimitado e 100% gratuito às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A parceria que já existia entre o Sistema Confea/Crea e Mútua e a ABNT foi expandida em um novo acordo assinado na quarta-feira (28/02). A decisão histórica tem repercutido e movimentou a Sessão Plenária 2.107 desta quinta-feira (29/02), na Sede Angélica do Crea-SP, já que a novidade chega para beneficiar todos os profissionais de Engenharia, Agronomia, Geociências, além de tecnólogos e designers de interiores registrados no Sistema.

Com a nova assinatura, o prazo de 60 minutos para a visualização dos conteúdos deixa de existir e agora o usuário tem acesso às normas pelo tempo que precisar. Os moldes do investimento neste convênio também mudaram. No formato anterior, eram divididas cotas iguais de pagamento entre Confea, Creas e Mútua, de acordo com a utilização do serviço. A partir de agora, o Conselho Federal passa a arcar com uma parcela maior, o que aliviará as despesas dos Regionais. “A parceria só foi possível porque trabalhamos juntos, como um só Sistema, para esse resultado. Uma estrutura pensada para valorizar o profissional”, comentou o presidente do Confea, Eng. Vinicius Marchese, durante sua participação na plenária paulista.

Marchese agradeceu a disponibilização do corpo técnico de São Paulo para consolidação da colaboração, afirmando a importância da participação das engenheiras Fabiana Albano, diretora de Relações Institucionais do Crea-SP, e Lenita Secco Brandão, conselheira que representa a autarquia na ABNT, nas tratativas. “Fomos todos fundamentais para que essa negociação acontecesse”, ressaltou a presidente Eng. Lígia Mackey.

A aliança dos Conselhos Federal e Regional de São Paulo vislumbra ainda outros projetos para o futuro, como a criação de um registro unificado, que tenha validade em todo o Brasil. A iniciativa extinguirá a necessidade do visto. “Os profissionais poderão atuar em todo o país sem precisar de um visto para cada estado. Este é um projeto prioritário e estamos para assinar um protocolo de intenções com o Crea-SP que permitirá ao Confea ter acesso às ferramentas técnicas e aos parceiros de sustentação para que isso seja realmente entregue”, explicou Marchese.

O lançamento de uma nova plataforma do Crea-SP Capacita também marcou a Sessão Plenária. Os cursos, palestras e workshops ganharam um ambiente exclusivo totalmente voltado para a formação dos profissionais da área tecnológica, que poderão ter acesso às aulas em trilhas de conhecimento, o que facilitará o aprendizado contínuo dentro dos campos de interesse.

Os conselheiros foram os primeiros a navegar pela página. “O novo Capacita é uma plataforma onde as aulas e palestras ficarão arquivadas. Com o mesmo login e senha do CreaNet, o profissional poderá ter acesso aos conteúdos disponíveis”, demonstrou o diretor administrativo Eng. Alceu Ferreira Alves.

A presidente Eng. Lígia Mackey reforçou o motivo do contato em primeira mão dos conselheiros. “Vocês devem participar das reuniões de diretoria das associações e das CAFs (Comissões Auxiliares de Fiscalização) para replicar esses projetos. É importante que disseminem essas informações porque vocês são o canal para isso”. O vice-presidente Eng. Luis Chorilli Neto completou informando que a campanha de divulgação do novo Capacita será iniciada na próxima semana.

Pensando na formação completa dos profissionais, foram mencionadas as vagas abertas para a primeira edição de 2024 do ‘Por dentro do Crea-SP’, o programa de estágio visita do Conselho. As inscrições são para estudantes e recém-formados dos cursos de graduação e pós-graduação, e podem ser feitas até o dia 10 de março. “A princípio, teremos quatro etapas este ano, recebendo 90 alunos em cada uma, para um ciclo de 36 horas de imersão no Conselho”, comentou a gerente de Projetos Estratégicos da autarquia, Eng. Ana Rinaldi. Mais informações em www.creajovem.com/estagio-visita.

O anúncio dos nomes que renovam a composição do Colégio de Instituições de Ensino de São Paulo (CIES-SP), colegiado que faz a ponte entre academia e Sistema, fechou a pauta educacional. A Eng. Agr. Andrea Sanches, que foi diretora de Educação do Crea-SP em 2023 e 2022, assume a coordenação com o Eng. Civ. Roberto Racanicchi como coordenador-adjunto. O estreitamento das relações com as instituições de ensino do Estado será essencial para o sucesso dos projetos mencionados.

Já entre as votações do dia, foram homologados os coordenadores e adjuntos eleitos, respectivamente, para as Câmaras Especializadas, conforme a seguir:

  • Câmara Especializada de Agronomia (CEA): Eng. Agr. Gisele Herbst Vazquez e Eng. Agr. André Luis Paradela
  • Câmara Especializada de Engenharia de Agrimensura (CEEA): Eng. Agr. e Geog. Eltiza Rondino Vasques e Eng. Agrim. Francisco de Sales Vieira de Carvalho
  • Câmara Especializada de Engenharia Civil (CEEC): Eng. Civ. João Bosco Nunes Romeiro e Eng. Civ. Simone Cristina Caldato da Silva
  • Câmara Especializada de Engenharia Elétrica (CEEE): Eng. Eletric. e Eng. Seg. Trab. Valdemir Souza dos Reis e Eng. Eletric. Heverton Bacca Sanches
  • Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Metalúrgica (CEEMM): Eng. Mec. Osmar Vicari Filho e Eng. Mec. Angelo Caporalli Filho
  • Câmara Especializada de Engenharia Química (CEEQ): Eng. Quím. Ricardo Belchior Torres e Eng. Alim. Paulo Eduardo da Rocha Tavares
  • Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho (CEEST): Eng. Agr. e Eng. Seg. Trab. David de Almeida Pereira e Eng. Civ. e Eng. Seg. Trab. Maria Mercedes Furegato Pedreira de Freitas
  • Câmara Especializada de Geologia e Engenharia de Minas (CAGE): Geol. Fernando Augusto Saraiva e Eng. Minas José Renato Baptista de Lima

A Eng. Ftal. Evandra Bussolo Barbin também teve sua representação para a modalidade de Engenharia Florestal homologada.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CREA/SP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Precisa de ajuda?