Geral

Crea-SP celebra seus 89 anos apostando na renovação

Um membro da Diretoria do Crea-SP é, antes, um conselheiro integrante do Plenário que representa sua entidade de classe ou instituição de ensino, e que, com a validação de seus pares, recebe a missão de representá-los (e aos demais profissionais do Sistema) junto à Presidência.

A importância desses grupos para o trabalho de renovação que o Crea-SP vem promovendo foi novamente evidenciada na sessão plenária do mês de maio, realizada no dia 18 na Sede Angélica, na Capital paulista, ocasião em que o Crea-SP celebrava seus 89 anos.

Sem direito a voto (mas com direito a voz), a estudante do quarto ano do curso de graduação de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Unesp de Araraquara (e futura profissional da área tecnológica) Gabriela Gomes pode experimentar, por um breve momento, a sensação de estar ao lado dos diretores do Conselho e, quem sabe, antecipar uma experiência que ela própria (ou alguns dos outros 79 colegas que também participam da segunda etapa do programa de estágio visita “Por dentro do Crea-SP”) poderá vivenciar no futuro.

“Obrigada ao Crea-SP por deixar a sua marca em todos nós e nos oferecer uma nova possibilidade de futuro”, disse Gabriela, filha de uma engenheira ambiental e presidente recém-eleita da Biophi Junior (biophijr.com), empresa júnior que funciona no campus da universidade em Araraquara e atualmente conta com 30 componentes, em sua maioria jovens entre 20 e 24 anos.

Muito embora o associativismo (ainda) não estivesse em seus planos, Gabriela confessou que, após a participação no programa de estágio visita, passou a considerar a possibilidade. “Esta experiência mudou a gente completamente. Chegamos aqui com noções pré-concebidas e, ao longo destes quatro dias incríveis, tudo isso foi se desconstruindo. A gente conseguiu consolidar nosso conhecimento técnico, mas principalmente exercitar nosso pensamento crítico”, disse.

O presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese, ressaltou a parceria com as representações do Plenário para o sucesso da iniciativa. “As entidades têm um papel fundamental, pois, a partir da seleção dos participantes de cada etapa, são elas que nos ajudam com o suporte necessário”, observou.

90 anos em Campinas

Na ocasião, o Conselho também homenageou a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Campinas por seus 90 anos de história celebrados na véspera. A entidade de classe foi representada por seu presidente, o engenheiro Paulo Sérgio Saran, que já foi conselheiro do Crea-SP por seis mandatos.

“Uma honra e uma satisfação muito grandes, que se estendem pelo fato de que a nossa AEAC é uma precursora do sistema e participou, em 1934, da fundação do Crea-SP”, ressaltou Saran, acrescentando que a associação “sempre teve uma presença marcante em Campinas, ajudando no planejamento e nas decisões da cidade, e um papel preponderante na luta pela implantação da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp”.

“Esta é uma homenagem mais do que justa, porque todos os líderes, todos os nossos conselheiros, que são o ativo principal do plenário do nosso Crea-SP, são originários dessas entidades de classe e instituições de ensino”, concluiu o presidente do Crea-SP.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação CREA/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Precisa de ajuda?